quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Washington 5 dias - 1° dia em Washington

14/01 - 4° dia de Viagem -  NY para Washington.

Nosso 1° dia em Washington.

Acordamos às 07:00h e após todos os preparativos da manhã saímos as 08:35h do hotel em direção ao local para pegar nosso ônibus. No dia anterior fizemos esse trajeto para ver quanto tempo iríamos gastar. Com mala e sem mala o tempo não foi muito diferente, as 09:15h chegamos ao nosso destino.

Saímos de NY pela parada de ônibus no endereço 34th St b/t 11th Ave and 12th Ave, valor total da passagem para duas pessoas U$71,00.
Megabus NY
Escolhemos o ônibus para fazer esse percurso de ida, a empresa escolhida foi a Megabus, indicação de um amigo. Quando iniciamos nossa pesquisa verificamos que a passagem no fim de semana é mais cara em  todas as empresas pesquisadas, mas com a programação pronta e hotéis reservados não tínhamos como mudar a data. O ônibus dessa empresa é de dois andares, compramos também o assento na frente no piso superior, para ir apreciando a vista.


Chegamos em Washington pela Union Station as 14 horas, o check in no hotel é as 15:00h, já que tínhamos tempo aproveitamos e fomos almoçar, depois fomos procurar o metro. 

Union Station Washington
A compra do bilhete, não foi muito fácil, pois há vários preços, mas como iriamos ficar próximo da maioria dos pontos de visitação, compramos o cartão no valor de dois dólares e colocamos credito para somente uma passagem simples, U$2,00 + U$1,75 ( U$3,75).
Dica rápida:
Na seleção você escolhe o modelo - cartão simples - depois desta escolha aparece no visor o valor de U$8,00, pressionamos o botão de menos da esquerda até aparecer U$3,00 depois o botão mais à direita até aparecer U$0,75, colocamos o dinheiro e pegamos o cartão.


Quando passamos o cartão do metro ele mostra o saldo do seu cartão, preste atenção.
Metro na Union Station
Pegamos o metro ate a estação "Center Station", e depois a linha silver ate a estação "McPherson Square". Para sair da estação passamos o cartão do metro novamente, neste momento ele faz o desconto do valor do percurso. A parte boa para nós foi no momento que saímos da estação pela rua 14 o hotel estava logo em frente.
Em Washington o hotel escolhido foi o Hilton Garden Inn Washington DC Downtown, próximo a quase todos os pontos de visitação. No quarto, de bom tamanho, tem um frigobar, cafeteira e um microondas.

Fizemos o check in no hotel e fomos dar uma volta em frente a Casa Branca. 

Casa Branca - Washington
Estava chovendo fino, mas com o vento ficou frio. A vista da Casa Branca estava parcialmente impedida devido aos preparativos para a posse do Trump. Mas demos a volta nela , tiramos umas fotos.
Preparativos para a posse do novo presidente.




Casa Branca - Washington

Casa Branca - Washington
Jantamos e fomos nos recolher porque amanha tem mais.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Conhecendo a Itália de Trem - Parte 6 – Verona e Milão.

Este post descreve como foram feitos os preparativos, a organização, a escolha dos locais de visitação e o transporte utilizado entre eles.

Para esta viagem os locais escolhidos foram: Napoles, Capri, Sorrento, Pompeia, Roma, Florença, Pisa, Lucca, Bologna, Verona, Veneza, Murano e Milão.

Dividimos a organização da viagem em 6 partes para você escolher a que melhor lhe convier.

Parte 1 – Napoles, Capri, Sorrento e Pompeia.
Parte 2 – Roma.
Parte 3 – Florença.
Parte 4 – Pisa, Lucca e Bologna.
Parte 5 – Veneza e Murano.

Parte 6 – Verona e Milão.

16º dia  - De Veneza para Verona.

De Veneza para Verona nossa escolha foi o trem. Pagamos 9 na passagem pelo trecho/ por pessoa. Foi comprada antecipadamente no site da Trenitalia, vale a pena antecipar a compra, pois os descontos podem passar de 50%, ou pode-se comprar 1° classe a preço de 2°.

Sairemos do hotel as 10:50h, pegaremos o barco em direção a estação. O trem de Veneza para Verona está marcado para as 11:50h e tem duração de aproximadamente 1:10min.

Em Verona  o hotel escolhido foi o Novo Rossi, há a 550m da estação de trem de Verona Porta Nuova, mas esta um pouco longe do centro histórico, a vantagem é o empréstimo de bicicletas.

A 1° opção para conhecer a cidade e usar as bicicletas que são emprestadas pelo hotel a 2° opção será a pé.
Corso Porta Nuova - Basilica de San Zeno - Arena di Verona - Janela de Julieta
Pontos de Visitação em Verona



Castel Vecchio e Ponte de Castelo Vecchio

O castelo foi construído entre 1354 e 1356 por Cangrande II della Scala, este queria ter o controle fortificado sobre o rio Adige, após a conspiração de seu primo Fregnano Scala.
O castelo foi construído sobre uma edificação já existente, o que poderia ter sido uma fortaleza dos tempos romanos ou até mesmo uma ponte. 
O castelo é dividido em duas partes: praça de armas é cercado por altos muros com ameias e rodeado por 7 torres, construído em 1376, estão a oeste do palácio residencial.
Funcionamento:na segunda-feira 13:30-19:30 / Terça a Domingo 8:30-19:30
entrada:€6,00

Arena di Verona
Anfiteatro Romano, a arena de Verona foi construída no século I, de acordo com o princípio de "pão e circo". Por quase 400 anos gladiadores lutaram aqui e divertiram as massas com sangrenta carnificina. Quando o imperador Honorius proibiu os jogos de gladiadores ano 404 , a decadência teve inicio sendo o fim da Arena de Verona e do anfiteatro, ficando vazia durante séculos. Atualmente os shows realizados na Arena atraem um publico cada vez maior de espectadores para assistir as peças de teatro e as operas.
Entrada: visitação livre nos horários que antecedem os espetáculos.

Juliet House - Casa de Julieta.
A estoria conta que esta casa pertencia à "Dal Cappello" ou "Cappelletti". O construção remonta ao século passado, apresenta a varanda onde Romeo prometeu sua amada Julieta amor eterno na famosa tragédia de Shakespeare.
A atração para as moças é a foto na sacada e para os rapazes e tirar ao lado de Julieta.
funcionamento: terça a domingo 8:30-19:30 - Segunda 13:30-19:30.
entrada: 6,00

Piazza delle Erbe
Praça rodeadas por palácios, torres, estátuas e elementos arquitetônicos de várias épocas, criando uma mistica sendo único e irrepetível. Ao seu redor estão Arco della Costa, Palazzo del Comune, Torre dei Lamberti, seguindo mais um pouco encontra-se a Piazza dei Signori rodeada por construções seculares, há uma estatua de Dante no centro da praça.

Catedral Verona
A catedral é formada por um conjunto de construções seculares que remontam a data de 362 DC, e que ao longo dos seculos foi sendo ampliada. Um terremoto ocorrido em 1117 trouxe grandes damos a catedral, três anos depois a igreja começou a ser reformada, dizem que finalmente a catedral foi finalizada quando se colocou o brasão de armas do Cardeal Agostino Valier em 1565.
funcionamento: De março a outubro / dias de semana das 10.00 às 17.30
feriados das 13:30 às 17:30

Roman theatre - Teatro Romano.
O Teatro Romano é o edifício mais antigo de Verona. A sua edificação remonta ao final do I século AC. Foi construído perto de morro de São Pedro, aproveitando a inclinação natural do terreno para a construção das arquibancadas, como fizeram os gregos antes dos romanos.
Apesar de sua condição, o Teatro Romano, bem como a Arena, são usados no verão no Festival Shakespeare e o Verona Jazz Festival entre outros grandes espetáculos realizados no local. 
funcionamento: terça a domingo 8:30-19:30 / Segunda 13:45-19:30

Giardino Giusti - Jardim Giusti
Uma das maravilhas da cidade. Este magnífico jardim italiano que pertence à família Giusti e concebido no século 16 com árvores seculares, gárgulas, fontes, grutas (que ecoam estranhamente) e inscrições antigas todos imersos em um ambiente cuidadosamente ajardinado que aproveitam os vários níveis da terreno.
funcionamento: todos os dias: Verão (Abril-Setembro) 9:00-20:00
entrada: €7,00

Basilica di San Zeno
É um dos símbolos mais importantes da cidade de Verona. É a alma católica que da cidade. San Zeno, oitavo bispo de Verona, viveu no século IV. C. (morto em 380).
A Basílica teve sua última remodelação que envolveu o teto e a abóboda em 1398, utilizando apenas elementos góticos.
funcionamento: março a outubro / segunda a sábado 08:30 às 18:30
domingo das 12:30 às 18:00.


17º dia - De Verona para Milão.


A programação para este dia, acordar bem cedo pegar uma bicicleta do hotel para visitar uma Basílica de San Zeno, voltar para o hotel pegar como malas e caminhar para um estação ferroviária. De Verona para Milão nossa escolha para o trem, pagamos € 19 na passagem pelo trecho por pessoa, os descontos podem passar de 50% na aquisição do bilhete antecipados, compra feita direta pelo site da TrenitaliaNosso trem às 12: 02h de Verona para Milão e tem duração de aproximadamente 1: 23min. Em Milão o hotel escolhido para o Dei Cavalieri, está a 110 m da estação de metro Missori, a maioria das atrações estão nessa área.Da estação de trem Milão Porta Garibaldi até o hotel, iremos pegar o metro na estação Garibaldi (linha verde n ° 2) até um estação Centrale, fazer uma baldeação e dali entrar no metro em uma Missori (linha amarela n ° 3). Para esta tarde não planejamos conhecer os locais históricos, deixamos para comprar e visitamos algumas lojas, Ferrari e adidas estão na lista.

18º dia - Milão



Duomo - Rerraço Duomo - Transporte Milão - Galleria Vittorio Emanuele II

Metro da estação de Milano Porta Garibaldi ate o Hotel Dei Cavalieri.

Pontos de Visitação em Milão
  1. Cenacolo Vinciano e Basilina de Santa Maria Dele Grazie.
  2. Museo Nazionale della Scienza e della Tecnologia Leonardo da Vinci
  3. Castelo Sforzesco
  4. Pinacoteca di Brera
  5. Teatro La Scala
  6. Piazza del Duomo - Praça da Catedral
  7. Galleria Vittorio Emanuele II
  8. Duomo, Milano





Cenacolo Vinciano e Basilina de Santa Maria Dele Grazie.
Leonardo da Vinci pintou a Última Ceia, no refeitório do convento de Santa Maria delle Grazie, entre 1494-1497.
O ingresso para ver a pintura deve ser adquirido com antecedência, esse tem hora marcada, chegue com antecedência para não perder o ingresso.
Favor apresentar o ingresso 20 minutos antes de sua visita, mostrando uma cópia do seu recibo de compra.
funcionamento:terça a domingo 8:15 -19:00 (última admissão às 18:45)
Fechado às segundas-feiras e 1 de Janeiro, 1 de Maio, 25 de Dezembro.
entrada: 6,50 euros (1,50 + taxa de reserva antecipada)


Museo Nazionale della Scienza e della Tecnologia Leonardo da Vinci
A historia começou em 1906 com a ideia de criação de um museu industrial, mas foi no ano de 1952 que a Câmara Municipal aprovou a proposta do prefeito de nomear o Museu de Leonardo da Vinci, a inauguração oficial com a exposição de Leonardo da Vinci ocorreu somente em 15 de fevereiro de 1953.
funcionamento: terça - Sexta: 9:30-17:00 / sábados e feriados: 9:30-18:30
entrada: 10,00 
O castelo foi fundado em 1300 por Galeazzo Visconti II. Mais tarde demolido e reconstruído várias vezes ao longo dos séculos, foi totalmente reconstruído por Francesco Sforza na década de 1450. O castelo ainda está bem preservado. Abriga uma série de museus cívicos que vão desde a arte antiga e egípcio para pinturas, instrumentos musicais e móveis do século 21. A Galeria de Arte exibe obras de alguns artistas italianos famosos, como Mantegna, Giovanni Bellini e Antonello da Messina, mas a verdadeira obra-prima é a "Pieta de Rondanini ', uma escultura inacabada por Michelangelo em que trabalhou nos últimos anos de sua vida.
funcionamento: ter a dom 9:00-17: 30
entrada:4,50

Pinacoteca di Brera
O palácio construído em uma antiga ordem do seculo XIV, convento dos humilhados, foi administrado pelos jesuítas até 1773, quando houve a dissolução dos mesmos, o Colégio de Brera tornou-se propriedade do Estado e da imperatriz Maria Teresa da Áustria, vindo a se tornar o museu internacional Brera Art Gallery, em 1776 com o propósito educacional.
funcionamento:terça a domingo, 8:30-19:15
entrada:10,00 + 2,00

Teatro La Scala
A história do Museu do Teatro La Scala começou em 1911, quando Duke Uberto Visconti di Modrone, Professor Lodovico Pogliaghi, o compositor e libretista Arrigo Boito, o correspondente do The Century Mr. câmbio, o senador Mangili, Contagem Leopold pulle e Ettore Modigliani, diretor de a Galeria Brera Reunidos em torno de uma mesa do Teatro alla Scala.
funcionamento: De 9 às 12h30 (intervalo de almoço)13:30-17:30
entrada:7,00

Galleria Vittorio Emanuele II
A galeria começou a ser erguida em 1865 e teve como arquiteto responsável Giuseppe Mengoni, sua conclusão foi em 1877. O local foi erguido com uma ideia moderna ligando o novo ao antigo. A fachada lembra os arcos romanos e o teto construído de estrutura metálica e vidro, a mais de 40 metros de altura.
A galeria abriga uma quantidade enorme de lojas de grife, como Prada, Versace, Louis Vuitton, entre outras, também há  bares, cafeterias e um shopping de luxo.

Duomo, Milano
A construção da catedral teve início em 1386 por iniciativa do arcebispo Antonio da Saluzzo, foi utilizado mármore branco-rosa de Candoglia, mas foram necessárias varias etapas para o termino da catedral, em 1805 foi a vez de Napoleão dar sua contribuição, os pináculos foram completados em uma mistura de estilos, onde se utilizou o neogótico e o neobarroco. Foi apenas em 1813 que a catedral foi dada como acabada.

funcionamento:Duomo: todos os dias: 08:00 - 19:00

Duomo pass A: € 15.00     
    Duomo - Terraço de elevador - museu e batistério de san giovanni alle fonti
Duomo pass B: € 11.00     
    Duomo - Terraço a pé - museu e batistério de san giovanni alle fonti
Duomo - Área Arqueológica - Museum - Church of S.Gottardo in corte : € 6,00
Duomo - Museum - Church of s.gottardo in corte : € 2.00

Criptas : seg a sex 09:30 17:30 /sáb: 9:30-17:00/ dom: 13:30-15:30

Terraços: todos os dias: 09h00 - 19:00.

entrada: acesso de elevador: € 13.00

Área arqueológica:todos os dias: 08:00 - 19:00

entrada:€ 4.00

Museu e igreja de s. Gottardo na corte : quinta- terça 10:00 - 18:00

S.maria annunciata in camposanto: segunda - sexta: 11:00 - 15:00

entrada:Livre

St. Stefano baptistery :todos os dias: 09:00 - 18:00

entrada:Livre


19º dia  - Milão

    Dia livre para caminhar pelas ruas de Milão.

    20º dia  - De Milão para o Rio de Janeiro

    Formulário de contato

    Nome

    E-mail *

    Mensagem *