segunda-feira, 23 de junho de 2014

Pontos Turísticos gratuitos ou com preços acessíveis no Centro do Rio de Janeiro

Neste Post vamos apresentar a vocês pontos turísticos no centro do Rio de Janeiro que são economicamente viáveis, todos os locais de visitação apresentam links com informações detalhadas e referências.  Para ajuda-lo a se locomover clique no Post Como se Locomover no Rio de Janeiro ou faça a trajetória  pelo Google Maps.
No fim do post há um mapa com os pontos turísticos.
Confirme pelo site do local a ser visitado se este estará aberto na data requerida, o mesmo pode estar interditado para visitação por motivos de reforma ou por estar acontecendo algum evento nas imediações.

Bairro de Santa Tereza

Sua historia começa em 1723 com a criação do aqueduto Carioca, que chamamos carinhosamente de Arcos da Lapa, o bairro teve seu crescimento relacionado ao clima mais ameno, repleto de restaurantes e bares que apresentam uma excelente gastronomia, você pode apreciar a vista do Rio de Janeiro, no local encontram-se, o Convento e a Igreja de Santa Teresa, Museu Chácara do Céu e o Parque das Ruínas.


Convento e a Igreja de Santa Teresa

Claustro do conventoO Convento foi erguido no começo do seculo XVII por Antônio Gomes do Desterro, uma ermida consagrada à Sagrada Família. Era muito frequentada por romeiros e devotos de Nossa Senhora do Desterro, formando o caminho de Desterro, depois chamado rua dos Barbonos e, a partir de 1870, rua Evaristo da Veiga.



Museu Chácara do Céu

A casa de santa Teresa, conhecida desde 1876 como Chácara do Céu, foi herdada por Castro Maya em 1936. A construção atual, projetada em 1954 pelo arquiteto Walmir Alves de Souza, destaca-se pela modernidade das soluções arquitetônicas, que integra os jaedins e permite magnífica vista de 360° graus sobre a cidade e baía da Guanabara.
O Museu Chácara do Céu tem exposições itinerantes promovidas pelo Ibram que estão neste link.

Diariamente, exceto às terças- feiras, das 12h às 17h. Entrada franca às quartas

Valor entrada R$2,00, estacionamento grátis no local.
Metrô - saltar na estação Carioca, caminhar até a estação de ônibus Castelo pegar os 006, 007 ou 014. saltar no Largo do Curvelo.
Carro: subir pela rua Cândido Mendes, Na Glória ou pela Francisco Muratori no centro.


Parque das Ruínas

foto_principal_perfilO chalé primitivo, a moradia de Joaquim Murtinho Nobre, foi reformado nos anos de 1930, recebendo feições da arquitetura colonial. Com a morte de Laurinda Santos Lobo, em 1946, sem que houvesse herdeiros, o abandono do palacete deu lugar às ruínas.
As ruínas do antigo palacete, integradas às estruturas de ferro e vidro projetados para sediar o Centro Cultural Parque das Ruínas. 



Museu Nacional de Belas Artes

O Museu Nacional de Belas Artes iniciou sua trajetória em 1808 com o conjunto de obras de arte trazidos por D. João VI de Portugal, seu acervo foi ampliado alguns anos depois com a coleção reunida por Joachin Lebreton, formando a mais importante pinacoteca do pais, Este núcleo foi enriquecido com importantes incorporações ao longo do século XIX e inicio do século XX. Após a construção da nova sede em 1908, projeto do arquiteto Moralles de Los Rios, este acervo passou a ocupar parte do novo prédio, sendo criado oficialmente em 13 de janeiro de 1937. 

Esta é muitas obras fantásticas estão expostas a visitação.
Pedro Américo - A batalha do Avaí 1872-1877 

Visitação: 
Terça a sexta-feira das 10 às 18 horas; 
sábados, domingos e feriados das 12 às 17 horas.

Ingressos: R$8,00 e meia: R$4,00.Grátis aos domingos. Venda de ingressos e entrada de visitantes até 30 min antes de fechamento do museu.
Avenida Rio Branco, 199 - Centro.

Biblioteca Nacional

A biblioteca Nacional do Brasil, é considerada uma das dez maiores bibliotecas nacionais do mundo. é também a maior biblioteca da America Latina.
O núcleo original de seu poderoso acervo é calculado hoje em cerca de nove milhões de itens.
Principais Coleções:
Coleção Barbosa Machado, Coleção Conde da Barca ou Aroujence, Coleção De Angelis, Salvador de Mendonça,Coleção  José Antonio Marques, Coleção Thereza Christina Maria, Coleção Wallenstein, Coleção Benedito Otoni etc...
Coleção Alexandre R. Ferreira
Documentação fartamente ilustrada com desenhos aquarelados de Joaquim José Codina e José Joaquim Freire.

PESQUISA ao acervo Geral e Periódicos: Segunda a sexta - 9h às 20h

Sábados: 9h às 15h (apenas periódicos microfilmados), visitas de hora em hora
EXPOSIÇÕES: 3 a 6 feira - 10h ás 17h, sábado - 12h às 17h
VISITA ORIENTADA: Segunda a sexta-feira - 10h às 17h, Sábados - 10h às 14h
Endereço: Av. Rio Branco n° 219. 

Museu Histórico Nacional

Criado em agosto de 1922, por decreto do Presidente Epitácio Pessoa, o Museu Nacional inicia suas atividades em outubro do mesmo ano, integrando a exposição do Centenário, com duas salas na  Casa do Trem.
Atualmente conta com uma excelente exposição permanente que contempla vários conjuntos de obras
Oretana, Portugueses no Mundo 1415 a 1822, A construção da Nação 1822 a 1889, Cidade em Construção 1889 entre outras, mas a que mais gosto é a as moedas contam a História 


Com cerca de 3.000 moedas, que contam a historia do homem no mundo a partir desses objetos, verdadeiras fontes de informação sobre os povos que os utilizaram, propiciando uma politica, econômica, histórica, social e cultural.

O Índio
Prata, D. Manuel (1495 - 1521)






Endereço: Praça marechal Âncora - Próximo a Praça XV.
Horários : 3 a 6 feiras das 10h às 17:30h
sábados domingos e feriados das 14:00h às 18:00h
Ingressos: R$8,00






CCBB - Centro Cultural Banco do Brasil


Espaço cultural com varias salas divididas em salas de cinema, teatro, apresentação de shows, programas educativos, artes visuais sendo esta com apresentação de ícones como Salvador Dali.


Coleção Salvador Dali


As obras de Salvador Dali ficam na CCBB até 22/09/2014 com 150 obras, entrada franca, expediente de  09:00h às 21:00hs

Obs.: Não necessariamente é esta tela que esta exposta no CCBB, mas coloquei porque é a que mais gosto.

Coleção Ludwig
A exposição apresenta 70 obras da coleção Ludwig, sediada no Museu Estatal Russo de São Petersburgo.
a mostra tem outros artistas entre eles Pablo Picasso, Andy Warhol, Robert Rauschenberg entre outros grandes artistas.
Exposição até 21/07/2014
entrada franca, funcionamento das 09:00h às 21:00hs
Endereço: Rua Primeiro de Março, 66

Museu da Marinha

O Museu Naval apresenta exposição permanente " O poder Naval na Formação do Brasil" ocupando sete salas do pavimento térreo, diversos objetos importantes fazem parte do acervo, modelos navais,abras de arte, canhões resgatados de navios naufragados, figuras de proa, medalhas.
Alguns metros a frente você encontra o Submarino Museu Riachuelo.
Endereço: Rua Dom Manuel, 15, Praça XV.

Submarino Museu Riachuelo

Construído em 1973, na Inglaterra, o Submarino Riachuelo foi lançado ao mar em 6 de setembro de 1975, e incorporado à Armada brasileira em 27 de janeiro de 1977, após vinte anos de operação, foi desincorporado do serviço ativo da armada, sua mostra de desarmamento foi realizada em 12 de novembro de 1977, sendo reclassificado como submarino museu, ficando exposta a visitação.


Endereço: Av. Alfredo Agache, s/n
O horário de visitação é o mesmo para o Museu da Marinha quanto para o Submarino Museu Riachuelo.
Entrada Franca - Terça a domingo das 12h às 17h

Ilha Fiscal

Transferida para a marinha pelo Ministério da fazenda, em 1914, a ilha é hoje parte do Complexo Cultural do serviço de Documentação da marinha. No castelo, aberto à visitação, destacam-se o Torreão e a Ala Cerimonial. três exposições permanentes também são atrações no castelinho. 
O acesso à Ilha Fiscal normalmente é feito pela escuna Nogueira da Gama. Quando a escuna está em manutenção ou em caso de mau tempo, o acesso é feito por micro ônibus.
Saídas: Espaço Cultural da Marinha
Dias: de 5 a domingo, horário 12:30h, 14h e 15:30h
Entrada: R$5,00

Feira de São Cristóvão

A feria de São Cristóvão ou Feria dos Nordestinas teve inicio 1945, na época retirantes nordestinos chegavam ao Campo de São Cristóvão em caminhões, vindo trabalhar na construção civil. A animada festa com muita musica e comida típica, era feita para receber os parentes e amigos, dando origem a feira.
Em 2003 ocorreu a reforma de antigo pavilhão transformando-se no Centro Municipal Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas. Local de hoje tem palcos para shows, muita comida, bebida e produtos típicos da região nordestina. 

Endereço: Campo de São Cristóvão
Horário: 3° a 5° feira 10h às 18h, sábados e domingos 10h às 21h entrada fraca (normalmente)
Feriados ver programação e preço da entrada.
Entrada: verifique na portaria ou no site, pois se há show o valor da entrada é diferenciado.

Quinta da Boa Vista

O jardim zoológico do Rio de Janeiro é o mais antigo do Brasil tem mais de 60 anos, residencia da antiga família real portuguesa. Percorrer suas alamedas margeadas de palmeiras imperiais é como entrar nas paginas de um livro de imagens e historias de imperadores, princesas, escravos e todo tipo de gente comum que abriu caminho para construir, através de nós aquilo que somos.   

Endereço: Parque da Quinta da Boa Vista s/n°, São Cristóvão

Horário: 3 a domingo, das 9h às 16:30h
Entrada: R$6,00

Museu Nacional UFRJ

Originalmente denominado de Museu Real, foi incorporado à Universidade do Brasil em 1946. Atualmente o museu integra a estrutura acadêmica da Universidade Federal do Rio de Janeiro. O museu apresenta alguns acervos, sendo estes de  Arqueológico, Etnologia, Paleontologia etc... valendo uma visita primeiro o museu depois ao zoológico e terminando a tarde nos jardins próximos ao lago, ou ate mesmo andar de pedalinho. 

Horário: 2° das 12:00h às 17:00h,  de 3 a domingo e feriados, das 10h às 17:00h

Entrada: R$6,00

Este mapa apresenta a localização dos Pontos Turísticos.
Caso você queira ver o mapa em tamanho grande click em "mais opções"



Este mapa apresenta a utilização do Google Map para a confecção do trajeto que se deseja.
O exemplo cita o trajeto do Largo da Carioca ao Parque das Ruínas em Santa Teresa.

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Find out how easy it is to get around Rio by public transportation systems!

It is not possible to compare Rio de Janeiro's public transportation system to the ones of the european capitals, but knowing well how it works, it is possible to get easily everywhere, including the turistical spots. This post presents a list of alternatives and respective descriptions that can be really usefull to the ones who pretend to know Rio without spending a lot of cash.

SUBWAY
The Subway has only two lines, the first one conecting the North Side (starting at Pavuna station) until the South Side (ending at Botafogo Station) and the other one leaving also from the North Side (Tijuca), heading to the South Side (Ipanema). This is the safest and fastest way to get around, but sometimes it's not very confortable. During the peaks (monday to friday between 6:00 and 8:30 heading to the South Side, and between 16:00 to 19:00 heading to the North Side).There are some integration buses that complete the routes, you can find all the details on the Rio Subway official website also available in english.

BRT
BRT Stands for Bus Rapid Transit. This system counts on exclusive lanes, offering a faster way to travel from Santa Cruz to Campo Grande, and all the stops between them like Barra da Tijuca for example. You can also chek more details of it's complete path on the website.

You can also check the BRT's map, that includes all the connections with other transportation systems. The only problem about the BRT is that it is recent and still need some development.

FRESCÃO
Frescão is such a good tip that it has a post for itself. It is a very economic and confortable way to get from the airports and bus terminal to your destination. Check this link!

REGULAR CITY BUSES
Connects the whole city through many buses. You can find the main stops written on a pannel placed on the windshield of each bus. It is always a good idea to ask the driver if the bus is heading to where you want to go before getting up, altough they don't speak english, they will probably understand the name of the place you are trying to reach.

FUTURE PROJECTS THAT MAY START WORKING SOON:

VLT
The VLT is a light rail vehicle that will help to divide the city traffic. It's construction already began and is expected to be done in 2016.

SANTA TERESA'S TRAMWAY
The Santa Teresa tramways used to be a very popular transportation way for the cariocas. After being disactivated in the past years, it will be activated again, most likely on 2015.
Besides the charm of the neighborhood, also named Santa Teresa, you can find great restaurants, bars, a great view of the city and parks, forming a nice mix between new and classic Rio de Janeiro.

If you have any doubts or suggestions, please leave comments or questions, and stay tunned for more tips!

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Como se locomover no Rio de Janeiro sem gastar muito

Não é possível comparar o sistema de transporte coletivo da cidade do Rio de Janeiro com o das grandes capitais europeias, mas conhecendo seu funcionamento é possível chegar tranquilamente à maioria dos destinos, e isso inclui os turísticos, claro. Esse post apresenta uma lista de alternativas e descrições das mesmas que podem ser bastante úteis aos que querem conhecer a cidade maravilhosa sem gastar muito.

METRO


O Rio de Janeiro tem somente duas linhas de metro, uma ligando a Zona Norte saindo da Pavuna ate Botafogo na Zona Sul e a outra saindo da Tijuca Zona Norte até Ipanema na Zona Sul. Este é o meio de transporte coletivo mais seguro e rápido para se locomover no Rio de Janeiro, mas nem sempre é o mais confortável. Durante os horários de pico (de segunda a sexta feira entre 06:00hs e 08:30hs sentido Zona Sul, principalmente saindo da Pavuna, 16:00hs até 19:00hs no sentido Zona Norte) ocorre o efeito sardinha em lata, introduzido no Brasil na década de 80 pela cidade de São Paulo, e que já é febre em todo o Brasil. 
Existem pontos do metro que facilitam a integração para outras áreas da cidade, como por exemplo o ônibus de integração até a Urca, na estação de Botafogo para os que desejam conhecer o Pão de Açúcar.



BRT  

O BRT vem da sigla em inglês que significa Transporte Rápido por Ônibus, e são transportes articulados que trafegam em corredores exclusivos. Como resultado, oferecem uma alternativa de viagem bem mais rápida para os seus usuários.
O BRT Transoeste é o primeiro corredor expresso em operação no Rio de Janeiro, e em sua primeira fase já conta 56 km, conectando o terminal Alvorada a Santa Cruz e Campo Grande. Quando concluído, o Transoeste terá 63 km de extensão e 57 estações de BRT, além de 3 terminais. Sua operação já trouxe benefícios para milhões de usuários, com a redução do tempo de viagem quase pela metade entre Santa Cruz e a Barra da Tijuca.





O mapa do BRT irá lhe ajudar na locomoção dentro do Rio de Janeiro e nas conexões com os outros meios de transporte. O sistema esta em fase inicial de implantação então podem ocorrer atrasos, para ajuda-lo estamos fornecendo outros tipos de transporte para você não ficar parado.




FRESCÃO

ônibus que chamamos de Frescão faz a ligação dos aeroportos da cidade do Rio de Janeiro com a Zona Sul e Barra da Tijuca, ajudando na redução do valor gasto com táxis, alem da segurança, você pode transportar suas malas sem problemas. 
Se você pretende viajar de ônibus ou de avião para o Rio de Janeiro, veja mais detalhes sobre o Frescão no link relacionado, vale a pena.

ÔNIBUS MUNICIPAL

O ônibus municipal conecta toda a cidade através de uma frota responsável por cruzar todos os bairros. Muitos deles têm no pára-brisa uma placa com os principais pontos do trajeto. Uma dica para os turistas é perguntar ao motorista se o ônibus passa pelo local de destino, e posteriormente pedir ao trocador que lhes avise o melhor ponto de parada. 
No site da Rio Ônibus você encontra todos os percursos disponíveis.  


Também existem  promessas futuras de transporte urbano, com previsões relativamente recentes de conclusão.







VLT 

Já foram iniciadas as obras do veículo leve sobre trilhos (VLT) que é uma espécie de bonde moderno, fará um importante papel no transporte da cidade. Tem previsão de início do funcionamento parcial em 2015 e total em 2016.

Bonde de Santa Tereza

O nostálgico bonde de Santa Tereza tem um trajeto fantástico e histórico.A estação do bonde fica no centro da cidade, nas proximidades do Largo da Carioca. A estação de bondes fica escondida, situada perto do prédio da Petrobras, na rua Lélio Gama, começando pelos Arcos da Lapa, ponto que mais encanta os visitantes, sem falar no charme do bairro de Santa Tereza, com seus bares e restaurantes que dão um ar diferenciado ao local, a vista privilegiada da cidade, seus museus e parques que compõem uma interessante fusão entre novo e antigo Rio.

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *