segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Mergulhos Tugboat Beach e Waterfort, Curaçao,Antilhas Holandesas 4° dia.

Dia 10/07/2018 - Curaçao, Antilhas Holandesas 4° dia.
Mergulho no Porto de Waterfort e na Praia de Tugboat Beach.


dia - 10/07 - Terça Feira.

Hoje ficamos divididos, eu fiquei na cama até mais tarde e depois fui no centrinho para fazer compras. O Edson foi fazer mergulho profundo com cilindro. Quando ele voltou do mergulho fomos conhecer as praias do sul.
Começaremos o dia pelo mergulho.

Vai Edson.... descreva o mergulho....

O primeiro mergulho foi no porto de Waterfort em  Pietermaai, marcado para inicio ás 09:30 pm com o Juan da Divers of the Caribbean.
Mergulho no Porto de Waterfort em Pietermaai 
Para mergulhar ou caminhar na maioria das praias de Curaçao é necessário um sapato de mergulho ou tênis de borracha, pois a maioria das praias são de pedra. Depois de organizado todo o material, hora de cair na água.
Mergulho no Porto de Waterfort em Pietermaai 
Fizemos uma caminhada até a melhor parte da praia e aí entramos na água, menos pedra e mais raso. Começamos descendo lentamente até a borda do porto e verificamos em qual direção estava a corrente marinha. 
Iniciamos o mergulho contra a corrente. Assim que chegamos na borda viramos a esquerda.
Mergulho no Porto de Waterfort em Pietermaai 
Minha primeira visão foi esse enorme cardume, dançando de um lado para o outro e logo em seguida um Anjo francês (french angelfish).
Mergulho no Porto de Waterfort em Pietermaai - french angelfish
Mais a frente encontramos outro cardume dançando conforme a maré, a visibilidade não estava muito boa, mas mesmo assim dava para ver longe. Chegamos no máximo uns 15 metros de profundidade, como estávamos perto do porto a profundidade era muito maior quando eu olhava a encosta, parecia uma descida sem fim, o mergulho durou cerca de 50 minutos.
Mergulho no Porto de Waterfort em Pietermaai 
Assim que terminamos o primeiro mergulho, arrumamos o material colocamos no carro e partimos para o segundo, na praia de Tugboat.  Foram 25 minutos de carro até o local.

Mergulho na Praia de Tugboat Beach 
Chegando na praia, tiramos o material do carro e começamos a preparar o equipamento para o segundo mergulho. O mesmo esquema, procurar um local com pouca pedra para iniciar a descida na praia.
Mergulho na Praia de Tugboat Beach 
Assim que começamos o mergulho encontramos umas lulas, pelo que consegui ver estavam em grupo de 4. Mais a frente avistamos um lindo peixe azul e um pequeno cardume de peixes esperando para serem alimentados, foi só tirar uns biscoitos do bolso e nossa a volta ficou repleta de listrados (blue striped fish) e sargentinhos (sergeant major fish).
Mergulho na Praia de Tugboat Beach 
Para eternizar este momento, não poderia faltar uma foto minha curtindo  o mergulho nas águas do Caribe.
Mergulho na Praia de Tugboat Beach 
Não podia faltar brincar com o coral, chegar próximo dele e, vê-lo recolher seus tentáculos, uma maravilha da natureza.
Mergulho na Praia de Tugboat Beach - coral
Um baiacu enorme escondido embaixo de uma placa de ferro. Continuando o mergulho... de repente.... eu me deparo com Linguado Pavão (Peacock Flounder). Fiquei fascinado como ele parecia ser a pedra. Incrível !!
Mergulho na Praia de Tugboat Beach - baiacu e Peacock Flounder
Esse escorpião manchado (spotted scorpionfish) parecia se misturar na areia. Se não fosse pela coloração diferenciada no rabo, ele poderia passar despercebido, um peixe porco ou trigger fish nadou em minha frente como se eu não estivesse ali, magnífico, quando respeitamos a natureza ela não se importa em aparecer.
Mergulho na Praia de Tugboat Beach  - spotted scorpionfish e trigger fish
O mergulho durou cerca de 55 minutos e chegamos no máximo a uns 15 metros  de profundidade, alem do passeio normal demos uma volta em um barco que foi afundado para servir de  refugio. Hora de terminar o mergulho, voltamos para a base, lavamos os equipamentos e depois retornei ao hotel. 

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Cuevas del Gualicho El Calafate - 9º dia.

Día 21/01/2018 - El Calafate, 9º día en la Patagonia Argentina.
Cuevas del Gualicho El Calafate.

Cuando llegamos del museo Glaciarium fuimos directamente al restaurante La Cocina.
La Cocina - El Calafate
Quería probar una pasta y Edson pidió una cata de pasta. Hay 3 modelos del arreglo a elegir, teniendo cada arreglo 3 diversos platos, pero usted puede elegir solamente un arreglo. Todo regado al vino.
Para terminar un postre con helado y dulce de el calafate

Después del almuerzo caminamos hacia el hotel.
La Cocina - El Calafate
Nos tomamos una ducha y esperamos por la furgoneta que nos llevaría a ver las cuevas de Gualicho. Alrededor de las 5:00 p.m. llegó, caminamos por algunos hoteles antes de llegar a nuestro destino, el guía contaba historias de El Calafate. Cuando todos del grupo estaban dentro de la furgoneta ella comenzó a hablar de las cuevas.
Cuevas de EL Calafate
Nuestra guía nos reunió en la entrada cerca de una casa, contó algunas cosas más y nos dirigió a los lugares donde había los dibujos de la cueva.
Cuevas de EL Calafate
Los dibujos de la cueva son muy simples, muchos han desaparecido por depredación.
Cuevas de EL Calafate
Nuestra guía contó varias historias y leyendas de la región conforme íbamos caminando.
Cuevas de EL Calafate
Varias pinturas rupestres son contemporáneas, hechas para llamar un poco más la atención de los turistas, ya que la mayoría de los originales fueron destrozados.
Cuevas de EL Calafate
La excursión duró unos 50 minutos, el lugar es muy bonito. Poco después volvimos a la ciudad.

domingo, 19 de agosto de 2018

Museo Glaciarium El Calafate - 9º día.

Día 21/01/2018 - El Calafate, 9º día en la Patagonia Argentina.
Glaciarium Museo El Calafate.

Continuando nuestro recorrido por El Calafate, caminamos a la calle 1° de mayo hasta a Secretaría de cultura, allí esperamos unos 15 minutos la furgoneta que hace la ruta al Glaciarium de forma gratis.
Secretaria de Cultura de ELCalafate
La furgoneta estaba llena, si hubiéramos llegado en el momento de su partida, no hubiéramos conseguido una vacante. La ruta al Museo duró unos 20 minutos, en el camino a la furgoneta estaba en la Costanera, donde vimos los flamencos, había un montón de ellos.
Glaciarium El Calafate
El Museo estaba vacío para cuando llegamos, 12:15H, nos dirigimos a la taquilla, pagamos la entrada y comenzamos nuestro gira.
El espectáculo se presenta en dos grandes pabellones. Usted entra por un pasillo y se guían por el sonido agradable del agua de fusión que gotea.
Glaciarium El Calafate
En la primera parte los paneles describen cómo se forman los glaciares, la historia de los exploradores y los científicos, todo ilustrado por las fotografías. 
Continuando con un gran modelo que presenta el campo de hielo de la Patagonia Austral.
Glaciarium El Calafate
Mucha información sobre los principales glaciares de la región, Perito Moreno, Spegazzini y Upsala.
Hay algunas salas de video que merecen la pena visitar, una de las cuales muestra el derretimiento y la apertura del canal formado en el glaciar Perito Moreno, donde el nivel de agua en uno de los márgenes alcanza los 30m altura.

Pantallas interactivas que permiten visualizar el retratamiento del Glaciar Upsala.
Glaciarium El Calafate
Un sector dedicado al glaciar Perito Moreno, explicando en detalle su comportamiento. En una sala de video vimos algunas películas sobre el avance y el retroceso del hielo en el continente. 
El recorrido termina en un túnel que despierta sensaciones a través de un interesante sistema de proyecciones simultáneas.
Glaciarium El Calafate
Todo esto es parte del legado que el visitante toma al visitar Glaciarium. 

Cuando terminamos la visita al Museo, caminamos hasta el lugar donde la furgoneta hace su parada, el lugar es muy bonito, la vista del lago Argentino es espectacular, tomamos varias fotos. Había un viento fuerte que cargaba a la gente.
Glaciarium El Calafate
Roca Meteorológica.
Pedra meteorológica
Después de la visita, que valió mucho la pena, hora de volver a la ciudad, todavía tenemos  otro paseo por hacer.

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Praia de Porto Mari, Curaçao, Antilhas Holandesas -3° dia

Dia 09/07/2018 - Curaçao, Antilhas Holandesas 3° dia.
Praia de Porto Mari.


dia 09/07 - Segunda feira.

A praia de Port Mari é uma praia paga, fechada, que abre as 9:00h.Assim que chegamos no estacionamento da Praia de Porto Mari, deixamos o carro no estacionamento e fomos para um mirante de madeira que dá vista para a praia, a vista dali é fantástica.
Praia de Porto Mari - Curaçao
Voltamos no carro, pegamos as coisas e fomos procurar um local para desfrutar desta maravilha. Logo na entrada avistamos essa placa, com os preços de entrada e aluguel de cadeiras.
Praia de Porto Mari - Curaçao
Como era segunda-feira a praia não estava lotada e também como havíamos chegado cedo, achamos vaga com facilidade.
Gostei da estrutura do local com banheiros limpos, chuveiro liberado,  areia branca e limpa, praia de água transparente com varias tonalidades de azul, morna e com alguns locais para mergulho. 
Praia de Porto Mari - Curaçao
Assim que eu estava instalada o Edson foi nadar com snorkel.
Praia de Porto Mari - Curaçao
Depois de aproximadamente 1 hora o Edson retornou do mergulho falando dos peixes que viu, fiquei animada e fui também. Nadamos uns 40 minutos. Muito bom.
Praia de Porto Mari - Curaçao
Depois do mergulho, fomos dar uma volta na praia.
Praia de Porto Mari - Curaçao
Quando chegamos no deque paramos para varias fotos. O local é muito bonito e com uma vista de tirar o folego.

Praia de Porto Mari - Curaçao
Não poderia faltar um self.


Praia de Porto Mari - Curaçao
As cadeiras de praia são alugadas, mas se você não quiser alugar, você pode trazer a sua, colocar uma toalha ou uma esteira. O único pagamento obrigatório é o da entrada, porem existem áreas cobertas liberadas caso você queira fazer um lanche ou almoçar. 


Praia de Porto Mari - Curaçao
Ficamos o dia todo, até próximo ao por do sol. Foi um belo dia e valeu muito a pena pagar para usar as dependências oferecidas.
Praia de Porto Mari - Curaçao
Essa praia ficou na lista da melhores para retornar quando voltarmos a Curaçao.


Passeio nas Praias do Sul Curaçao Antilhas Holandesas 4° dia.

Dia 10/07/2018 - Curaçao-Antilhas Holandesas, 4° dia.
Caracas Bay Beach, Papagayo Beach Plaza, Mambo Beach e Shopping, Shopping Sambil e Queen Emma Bridge.


dia-10/07-Terça Feira.

Assim que o Edson chegou do mergulho, almoçamos e fomos conhecer as praias do Sul da ilha, nossa primeira parada foi a praia de Caracas Bay, não chamou minha atenção.
Caracas bay Beach
Nossa próxima parada foi no resort Papagayo Beach, há cobrança para utilização das dependências, perguntamos qual o valor seria cobrado para visitarmos o local, permitiram a visita sem cobrança, a praia é artificial, foi criada junto com o recife.

Papagayo Beach Plaza Curaçao
O local tem uma ótima estrutura, a água é clarinha e sem ondas, a piscina com borda infinita dá uma sensação para quem esta de fora que faz parte do mar, a parte mais rasa tem uma areia branquinha....

Papagayo Beach Plaza Curaçao
Continuando nossa exploração chegamos a Mambo beach. 
Quando entramos no estacionamento o movimento de saída de carros era grande e um pouco tumultuado, deixamos o carro no estacionamento e caminhamos pela passarela do shopping. 

Mambo Beach e Shopping
Depois de alguns metros de caminhada na passarela chegamos no deck e avistamos a praia, aqui a praia também é artificial, como a de Papagayo Beach, com uma vista muito bonita. Descemos para o nível da praia, não cobra entrada, mas sim as cadeiras, guarda sol ou barracas que são alugadas.
Mambo Beach e Shopping
Mesmo no final do dia, achei o local um pouco agitado, próximo ao palco havia uma musica alta e com muitas pessoas alegres sob efeito do álcool, para mim o local é excelente para pessoas que gostam de agitação, eu prefiro algo mais calmo. A água também é clarinha e sem ondas, fizemos um lanche e continuamos nosso passeio.

Mambo Beach e Shopping
No caminho de volta para o hotel, decidimos esticar um pouco mais e conhecer o shopping Sambil.
Comemos uma pipoca no cinemark e depois outra pausa para um capuccino, as lojas do shopping, também são encontradas em Punda próximo a ponte Queen Emma Bridge, o shopping é bem pequeno e com poucas lojas.

Shopping Sambil Curaçao
Retornamos para o hotel e fomos passear a pé, uma pausa para fotos na ponte, fica muito bonita a noite com a iluminação. Vimos a ponte se mexer para a passagem de um navio cargueiro. 
Queen Emma Bridge 
Hora de voltar para o hotel, dia seguinte programado o encontro com os golfinhos no Sea Aquarium.

domingo, 12 de agosto de 2018

Curaçao Praias do Norte Antilhas Holandesas, 2° dia.

Dia 08/07/2018 - Curaçao, Antilhas Holandesas, 2° dia.
Hato Caves, Flamingos, Shete Boka Nacional Park, plano "B" conhecer algumas Praias do Norte.


dia 08/07 - Domingo.

Depois de terminarmos nossa visita ao parque de Shete Boka, o dia ainda estava ensolarado e muito quente então aproveitamos, e fomos curtir um pouco de praia, afinal estávamos no Caribe....
Curaçao mapa de praias
A primeira praia que paramos foi a Kalki, queríamos conhecer um pouco das praias do norte, aproveitarmos já que estávamos ali tão perto. A área para estacionamento é bem pequena, quando descemos para a praia passamos por uma escola de mergulho e um bar.
Praia Kalki - Curaçao
A faixa de área da praia é bem pequena, quase não havia local com sombra, a água é bem clara e quente, pequenas ondas invadiam a areia e fazia um barulho tranquilizante, ficamos ali aproximadamente 1 hora aproveitando aquele marasmo.
Praia Kalki - Curaçao
Antes do sol se pôr, fomos conhecer a praia do Piscado, parece mais um porto de pescadores, não gostei muito, tiramos algumas fotos e fomos embora.
Praia Piskado - Curaçao
Antes de irmos embora um registro do voo deste pelicano pegando as sobras dos peixes deixadas pelas embarcações de pescadores.
Praia Piskado - Curaçao
Nossa parada seguinte foi na praia de kenepa chick  ou Klein Knip, a faixa de areia ali era um pouco maior, as ondas eram menores, a cor da água e a temperatura eram iguais a praia de Kalki, passeamos na areia, molhamos os pês, o local é bem bonito, mas não tem estrutura.
Praia de Kenepa Chick ou Klein Knip
Quando chegamos na praia de kenepa Grandi, vimos uma quantidade grande carros e alguns ônibus de turismo ainda no estacionamento, não gostei muito do ambiente tinham varias pessoas bêbadas perambulando pelo local, resolvemos não descer ate a praia, tiramos algumas fotos da parte superior.
Praia de Kenepa Grandi ou Groot Knip
A praia lembra uma lagoa, muito bonita, das praias que passamos a estrutura de kenepa Grandi (Groot Knip) era ate agora a melhor, mas pela quantidade de carros que estavam ali ainda e a que cruzamos na estrada, domingo não é um bom dia para conhecer essa praia, deveria estar lotada, como havíamos lido em alguns blogs.

Praia de Kenepa Grandi
Seguindo nosso passeio chegamos a praia de Jeremi, paramos ali e ficamos alguns minutos, caminhar na areia e molhar os pês naquela água quentinha foi muito bom e relaxante, essa praia também não tem estrutura. 
Praia de Jeremi
Ficamos na praia de Jeremi uns 15 minutos, pegamos a estrada de volta para o hotel, é bem distante.

Praia de Jeremi
Passando pela estrada vimos uma placa indicando a entrada para a boka de Santa cruz, lemos que era um boa praia para visitar, colocamos em lista como um plano B. 
Chegamos no hotel já estava bem escuro, tomamos um banho e fomos jantar.
Restaurante do Hotel BijBlauw
O Edson pediu file com legumes e eu atum com cuscuz marroquinho e legumes, uma delicia, a entrada estava muito gostosa, e de sobremesa sorvete com torta da casa com chocolate.
Adicionar legenda

Depois do delicioso jantar do restaurante BjiBlauw, hora de dormir, dia seguinte era dia de praia e escolhemos ir para Port Mari

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Arquivo do blog