quinta-feira, 5 de junho de 2014

Despache suas malas sem transtornos!

Quando se planeja uma viagem qualquer descuido pode se tornar motivo de transtornos futuros. Um dos descuidos mais frequentes é com a bagagem. Uma bagagem que não atende as especificações está sujeita a taxas extras de despacho e, no caso de bagagens de mão, apreensão de itens proibidos a bordo. Seguem algumas dicas e especificações que podem ser muito úteis na hora de fazer as malas.

O limite de bagagens por pessoa depende da companhia aérea e da passagem adquirida, a maioria das operadoras limita o peso em dois volumes de 23 kg cada para despachar e duas bagagens de mão, que podem ser uma pequena mala de mão e uma mochila com pertences pessoais. Na bagagem de mão, evite levar liquido de qualquer espécie. São permitidos 100 ml de liquido no total, por exemplo um pequeno frasco de perfume, sendo que este deve estar dentro de um saco transparente inferior a 20cm x 20cm e com vedante. Voos internos permitem o despache de apenas uma mala, também de 23kg.

Tamanho da Bagagem padrão


Antes de selecionar um voo, tome cuidado e leia atentamente todas as informações pertinentes a bagagem. Dependendo da quantidade de bagagem, vale mais a pena escolher um voo um pouco mais caro que permita despachar uma maior quantidade de malas, compensando a multa de sobrepeso que seria pago em outro voo hipoteticamente mais barato, porém com maiores restrições de despache.



Em alguns casos a primeira informação que aparece é o limite de 23kg por bagagem, mas lendo com mais atenção, você vera que o limite para o Brasil ou America do Sul chega a duas bagagem de 32kg cada. Vale ressaltar que isso depende da companhia aérea e da passagem adquirida.


Cuidado: quando for pesquisar uma passagem e esta for muito barata pode não estar incluído o despacho de bagagem. Nesses casos o despacho deve ser pago a parte, então verifique o valor da passagem cheia e a com desconto para concluir se vale a pena!


Outro detalhe que pode trazer muitas dores de cabeça ao viajante e que vale a pena ser mencionado:
Durante um trajeto que envolva escalas, fique atento para que a taxa de despache (caso exista) não seja cobrada duas vezes. Nesse caso, é importante ter em mãos os documentos que comprovem que você está fazendo apenas uma conexão e que esse valor já foi pago ao pegar o primeiro voo.
Outra dica é colocar além da identificação alguma fita ou adesivo, de preferência chamativos, para que você possa identificar de longe qual é a sua mala na esteira, evitando assim que alguém se confunda e a leve por engano.



Caso a sua mala não chegue, existem uma série de medidas que devem ser tomadas, confira nesse link. Boa Viagem!

Um comentário:

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *